Melhores preços e qualidade em mudas florestais

Entrega rápida e pagamento seguro

Muda Cuvantã - C. vernalis - 30/60CM - 290ML

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$7,90

Sem estoque

  • Compre 26 por R$4,90 cada e economize 38%
  • Compre 251 por R$3,90 cada e economize 51%
  • Compre 1000 por R$3,00 cada e economize 63%
  • Compre 5000 por R$2,50 cada e economize 69%
  • Compre 10000 por R$2,00 cada e economize 75%
Opções Adicionais

Descrição Rápida

Contém 1 muda de Cuvantã - Cupania vernalis com tamanho entre 30 a 60 centímetros, no tubete de 290 cm³, com folhas bem nutridas e rustificadas, caule lenhoso com 5 mm, raízes bem agregadas ao substrato e acompanhada de manual de plantio.

O Cuvantã - Cupania vernalis é uma espécie com ocorrência em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo até o Rio Grande do Sul, em quase todas as formações florestais. Espécie semidecídua, heliófita e seletiva higrófita, característica da floresta semidecídua de altitude e da mata pluvial atlântica. Ocorre tanto no interior de matas primárias como em todos os estágios das formações secundárias. Produz anualmente moderada quantidade de sementes viáveis, amplamente disseminadas pela avifauna. Distingue-se dos demais camboatás por suas folhas pinadas de bordo serrado, sendo muito freqüente no Sul do Brasil. Indicada para enriquecimento de florestas degradadas. Melífera e frutífera para pássaros. Pode chegar a 25 metros de altura.


 

Nome Popular Cuvantã, camboatá, camboatã, camboatã vermelho, cubantã, gragoatã. guavatã, miguel pintado, arco de pipa, arco de peneira, pau de cantil, jaguá ratai.
Tempo de Viveiro De 6 a 8 meses
Tamanho da Muda De 30 a 60 cm
Volume do Tubete 290 cm³
Peso da Muda 300 gramas
Nome Científico

Cupania vernalis

Família Sapindaceae
Síndrome de Dispersão Zoocórica
Sinomínia Botânica Não
Grupo Ecológico Não Pioneira
Classificação Sucessional Secundária Tardia
Ameaça de Extinção Não Ameaçada
Origem Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo
Locais de Ocorrência Centro-Oeste, Sudeste, Sul
Onde Plantar Praças, parques, jardins, ruas e avenidas.
Luminosidade Sol Pleno
Solo de Plantio Áreas Úmidas
Porte da Árvore De 10 a 15 metros, De 15 a 20 metros, De 20 a 25 metros
Utilidades Carvão, Construção Civil, Frutíferas para Passáros , Lenha, Marcenaria, Melíferas
Madeira Moderadamente pesada (densidade 0,65 g/cm³), compacta, elástica, moderadamente durável sob condições adversas.
Tronco Tronco de 50-70 cm de diâmetro, revestido por casca com ritidoma estriado e pouco reticulado.
Folha Folhas alternas espiraladas, compostas pinadas, com 10-18 folíolos oblongos, dotados de margens serreadas, cartáceos a subcoriáceos, glabros na face adaxial e esparsamente pubescentes a pubescentes na abaxial, de 6-15 cm de comprimento.
Flor Flores amareladas, pouco vistosas, dispostas em panículas multifloras.
Fruto Frutos do tipo cápsula, sulcados.
Fruta Comestível Não
Potencial Paisagístico A árvore é esbelta e pode ser empregada no paisagismo.
Fenologia Floresce durante os meses de março-maio. A maturação dos frutos verifica-se desde o final de setembro até novembro.
Possui Propriedades Medicinais? Não
Propriedades Medicinais Não


Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se